2 de mai de 2013

Uma informação importante...

Olá professores das salas de informática pedagógica!


Informamos que, a partir do dia 02 de maio de 2013, o Ambiente Facebook - Professores Sala Informatizada passará a ter um administrador que autorizará a publicação das postagens. 

Esta é uma orientação da SECOM (Secretaria de Comunicação) no sentido de preservar o caráter ético e a manutenção do propósito primeiro da criação deste "precioso meio de interlocução". 

Como todos sabem, este facebook foi criado com o objetivo de melhorar a comunicação entre nós, transformando-o em espaço de interação, construção e compartilhamento de ideias pedagógicas.

Esperamos que mais pessoas participem ativamente!
Continuem enviando seus posts!

A Mônica, a Silvia e a Paola, da SE, possuem status de administrador e zelarão, com carinho e responsabilidade, pela manutenção do espaço construído pelo coletivo dos professores das salas de informática pedagógica.


6 comentários:

Aurea Vieira disse...

O grupo professores de sala informatizada foi criado para que tivéssemos um espaço para compartilhamento de ideias, trocas de experiências, dicas de leituras, de atividades e mostras dos trabalhos que realizamos. Olhando o histórico do grupo, em nenhum momento identifiquei postagem alguma que fugisse ao real objetivo do grupo ou que houvesse falta de ética de algum membro.
Veja, o grupo foi criado por professores, que eram seus administradores, mas que agora passaram a administração para a coordenação da secretaria. Para qual objetivo? Controle? Censura?
Concordo que, sendo um grupo de professores de uma rede, passando a administração para a secretaria, esta deveria sim acompanhar as discussões, incentivar que não participa, orientar quem porventura vier a fugir do seu objetivo... mas moderar as postagem?!? Isso foge completamente ao que é caráter do grupo.
Como é possível, professores, formadores de opiniões, num espaço de debate democrático, sermos moderados nas nossas falas?
Como podemos ser formadores de opiniões se não temos o direito de nos expressarmos livremente?!
Considero a decisão do SECOM como censura e fico triste de vê-la sendo levada adiante sem ao menos ser discutida e avaliada por nós professores.
Da minha parte, sinto uma falta de respeito ao que sou como profissional e também censurado no meu direito de expressão.
Se for essa uma decisão aceita e tomada da parte da coordenação da SEC, peço que me excluam do grupo. Não consigo concordar com esse novo formato do grupo. (Entendo, como professora de sala de informática, a participação do grupo como uma opção para adquirir conhecimento e não como uma obrigação da função que exerço na escola).
Continuarei postando meus trabalhos, pesquisas, ideias, dicas e opiniões na minha página pessoal do Facebook. Se alguém não tem acesso a ela, faça-me uma solicitação de amizade que adiciono com prazer, pois lá sim, as discussões continuarão acontecendo livremente.
Estou mesmo muito entristecida.
Professora Aurea Vieira

Andréia Maria do Prado da Cruz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andréia Maria do Prado da Cruz disse...

Concordo com a Prof.ª Aurea sobre a questão de censura e controle. Desde seu início não ví em nenhum momento uma postagem que fugisse dos ideais...Acredito na idéia de que precisamos ensinar a usar a ferramenta e não utilizar métodos de coibição do uso, mesmo que seja uma questão administrativa. Se partimos desse princípio, estamos revogando aquilo que acreditamos.

Fabia disse...

Quero deixar aqui minha posição em relação a esta atitude de moderação...faço minhas as palavras da professora Áurea...somos todos adultos e precisamos primar pela ética, mas com liberdade e não autoritarismo e esta atitude nos faz perceber censura..triste

Fernanda disse...

Desestimulante saber que, treze anos após a virada do século, os próprios profissionais da área de tecnologias, conhecedores que são da era digital, se prestem a censura sem sentido. Fosse espaço para brigas e afins, não diria; mas sendo o que é, se propondo a que se propõe, não há razão plausível para atitude tão antipática e excessiva. Uma pena que estejamos partindo para esse caminho.

Márcia Regina Carlon disse...

Concordo com as colegas que aqui já se manifestaram. Não entendo qual foi o motivo que deu origem a uma atitude assim tão radical por parte da SEC. Lamento, mas prefiro não utilizar mais esta ferramenta a ser vítima de censura...