16 de set de 2011

VEJAM O QUE APRENDEMOS EM NOSSAS OFICINAS SOBRE WEBQUEST E PRODUÇÃO DE VÍDEO

CURSO: PROINFO INTEGRADO, APRENDENDO E ENSINANDO COM AS TICS

Relembrar os comentários do fórum sobre a aplicação de uma Webquest.

Alguns recortes de falas (grifos nossos):

"Realizei a pesquisa com os alunos do quarto ano, sobre o tema do nosso Projeto Institucional que é sobre os 3R’S – Reutilizar, Reduzir e Reciclar.
Foi uma experiência nova para os alunos este tipo de pesquisa e para mim também.
Houve algumas dificuldades na aplicação, pois não temos a internet, então tive que gravar tudo em pendrive e passar para as máquinas, mas valeu a pena.
Pude observar o desempenho deles durante todo o processo, interagir em determinados momentos e vi que sentiram prazer em realizar este trabalho, com certeza houve muita aprendizagem nesta pesquisa. Este será um instrumento que utilizarei muito em minhas aulas." (Rita de Cássia Ramalho Paschoalotto)

"Realizei e apliquei a webquest com minha turma do 5º ano, sobre Sistema Respiratório, com auxílio da prof. de Informática.Os alunos produziram muito, ficaram motivados com as atividades, pois o aprendizado ficou mais interessante... O resultado superou as expectativas, pois através dos vídeos e atividades que assistiram e realizaram, eles puderam se aprofundar e assimilaram com mais facilidade o conteúdo. Com certeza irei utilizar com mais frequência esta ferramenta, pois nos auxilia nos conteúdos trabalhados em sala, tornando-os mais dinâmicos e o resultado com mais qualidade." (Vanessa Trievailler)

"Olá a todos ... puxa ... por onde começar???? Primeiro pela preparação da Webquest ... QUE DELÍCIA!!! Sem palavras .. Como nossa sala está com o projeto "Plantando Alface e Amizade", foquei para o tema do Bullying, pois tenho encontrado algumas dificuldades em sanar muitas das brincadeiras dos alunos, em especial dos meninos. O título foi "BULLYING, BRINCADEIRA SEM GRAÇA E SEM LIMITE". A atividade foi preparada para o segundo ano, mas percebi que pode tranquilamente ser estendido para as outras turmas. Os alunos gostaram da atividade achou "MUITO DOIDO"! Eles se interessaram pelo tema, gostaram principalmente das imagens de animação. No momento da busca e leitura, deu mais trabalho porque os aluninhos me queriam todos ao mesmo tempo, para os poucos ainda não lêem muito bem, tive que sentar para ler com eles pois queria colocar em dupla mais ou menos do mesmo ‘’nível” quem já sabe ler, com quem sabe ler ... e assim por diante.  Na hora de digitar no editor de texto, também não foi fácil, mas isso vai facilitar para os outros passos. A atividade não acabou, pois fiz a Webquest para trabalhar neste trimestre. Gostei muito de fazer, acho que ao final dará um trabalho muito significativo para os alunos, e agora de FATO eles estão colocando a mão na massa! Espero ainda fazer muito uso desta ferramenta , e farei, pois gostei muito!!!" (Elaine A. P. Arantes)

"Iniciamos na sala de informática pedagógica aqui na Escola Geraldo Wetzel dois trabalhos de Webquest em parceria com as professoras das turmas. Primeiro com o tema “Drogas” da professora Glória de Educação Física com os 8º e 9º anos e o segundo com o tema Geometria da professora Rita do 5º ano.
Ao definir e orientar a pesquisa através desse recurso, observei que fica bastante evidente para o aluno o que ele deve fazer e como ele deve fazer. As etapas bem elaboradas, norteia todo o trabalho do aluno e principalmente faz com que ele não se perca nos objetivos propostos. E como a professora cria o processo, estabelecendo a tarefa, ou seja, direcionando, o resultado tende além de proporcionar a aprendizagem, se tornar algo significativo para o mesmo. E o mais legal de tudo isso, é que eles se utilizam das tecnologias da informação de forma prazerosa e motivadora." (Ana Paula Dobrotinic)


"Comecei a atividades com meus alunos do 4o ano, que demonstraram muito interesse pela ferramenta webquest, atividades na informática sempre despertam o interesse dos alunos, o tempo nunca é o suficiente, para a curiosidade e criatividade de todos os envolvidos.
Utilizamos o tema sustentabilidade que é bastante abrangente, possibilitando assim acessarem  uma infinidade de arquivos. Eles querem adicionar tudo que encontram na internet,  nestes momentos a intervenção do professor é indispensável pois o material precisa ser selecionado criteriosamente. Percebi com esta atividade que os alunos procuram muitos arquivos, mas não querem "perder"  tempo lendo os conteúdos, e  que estes, muitas vezes não são pertinentes ao tema.Como pedagogos temos que ter ciência que são apenas crianças adentrando numa ferramenta nova, e que com o tempo e continuidade na utilização da mesma, as atividades ficarão mais coesas.Pessoalmente foi gratificante ver o resultado e os comentários pós aula e o interesse na aula seguinte em que demos continuidade aos trabalhos." (Alzerina Hardt)

"Vou falar aqui como construí a minha primeira Webquest: Fiz a Web. Terminei em 05 dias.Pesquisei bastante.Procurei buscar um conteúdo que eu dominasse e que fosse do interesse da unidade escolar e que estivesse dentro dos temas transversais. Tema: Sexualidade,Assuntos; Sexualidade, sexo, DST e Vida.Apresentei para supervisão escolar.Reunimos a professora de Ciências e a Orientadora.Surgiram vários adendos.A orientadora apresentou vários materiais  referente ao conteúdo que o MEC e SEC Joinville disponibilizaram para este tipo de trabalho. Dividimos o conteúdo para pesquisa em 03 fases:-Sexto e sétimo ano, Oitavo ano e Nono ano.A equipe realizará palestras na unidade escolar e fará avaliação conforme as fases. A avaliação será conforme descrito na Web, ou seja, criação de teatro, vídeos, depoimentos, entrevistas e tabular dados com a participação dos alunos.A Web serviu para gerar um projeto sobre Sexualidade na unidade escolar e que servirá de parâmetro  para os anos seguintes.Toda aplicação da WEB será relatada aqui conforme a aplicação.Aguardem minhas reflexões sobre a aplicação." .( João Sebastião da Silva)

"Eu já havia começado uma atividade com os meus alunos do 2º ano no qual estava trabalhando uma sequência didática de reescrita de um clássico infantil. Diante da solicitação de se trabalhar com a ferramenta, adaptei o planejamento no formato Webquest. No entanto, este momento de criação me despertou certa angústia em saber se o resultado final (conclusão do planejamento e formatação da Webquest) seria como imaginava. Me surpreendi e adorei o resultado! Apresentei aos alunos o planejamento neste formato e eles adoraram. Apreciaram as imagens, layout e demostraram entusiasmo para alcançar as etapas das atividades da Webquest. Como já havíamos iniciado a atividade sem este formato, a medida que eu apresentava a nova proposta sob forma de leitura das tarefas e processo, fomos checando os itens já desenvolvidos, os quais envolvia: pesquisa no YouTube de vídeos de desenhos infantis da história proposta como forma de enriquecer o repertório para a reescrita; pesquisa em sites em que pudessem fazer a leitura da história e até mesmo que pudessem escutar através da voz de um narrador. Estas atividades iniciais tinham como objetivo desenvolver a autonomia e iniciativa de pesquisa do aluno na Web.Após, iniciamos com o processo de reescrita coletiva (finalizada) e em duplas (em andamento). Nesta última, os alunos (em duplas) estão utilizando como recurso o editor de texto, para registrar sua reescrita, considerando o que foi solicitado na atividade. Nesta etapa em dupla, percebi claramente a interação, a discussão criada entre os dois para elencar o que precisava ser registrado e a melhor maneira (coerência e ortografia da escrita) de fazê-la. Precisaremos de mais aulas até que o trabalho se conclua, mas até o momento, só tenho observações positivas com a experiência. Ao final, utilizarei o Woobook para postar no blog da escola e assim, socializar com os pais e demais visitantes. É um exercício diário para o professor criar circunstâncias diferenciadas de aprendizagem para o seu aluno, e vejo que o trabalho com a Webquest pode ser uma poderosa ferramenta neste sentido, pois o professor fomenta nos seus alunos o poder da “tomada de decisão”, aproxima o aluno do professor e vice-versa, facilita a interatividade dos conhecimentos e favorece o relacionamento entre os colegas da turma.Partindo da observação de como ele reage, reflete diante da “liberdade” e/ou autonomia oferecida pela atividade, o professor tem o benefício de identificar as necessidades para trabalhar no aprimoramento dos processos mentais dos alunos. Este aprimoramento lhe renderá bons frutos, facilitando a aprendizagem para conceitos futuros."(Fernando Streit Koch)


Nesta semana, fizemos mais uma oficina:
    1. APRESENTAÇÃO PPT: DESAFIOS DA TELEVISÃO E DO VÍDEO NA ESCOLA.
            Discussões sobre o material.

  1. ASSISTIR OS DOCUMENTÁRIOS no blog: http://conexaoxxi.blogspot.com  e fazer comentários sobre a qualidade dos vídeos.
  2. CONHECER um programa de edição de vídeo disponível em: http://www.moviemaker.com/  PASSOS DO MOVIEMAKERONLINE.COM
  3. EXPERIMENTAR A CONSTRUÇÃO de um vídeo:
    • Capturar imagens utilizando celular ou máquina fotográfica digital.
    • Descarregar as imagens no computador.
    • Planejar um vídeo educativo com essas imagens.

TAREFA: Fazer a leitura do material do curso: p. 173 a 179. Após a leitura, acesse http://portaldoprofessor.mec.gov.br/ e faça o seu cadastro. Em seguida, vá ao link “Recursos Educacionais” e faça uma pesquisa dos vídeos utilizando categorias classificatórias: Tipo de pesquisa, Componente curricular, Tema, Tipo de Recurso, Idioma e Ordem de Classificação. Escolha um vídeo, assista-o na íntegra e indique-o para os demais colegas cursistas no Fórum 1 do Módulo 4 – PRATICAS PEDAGÓGICAS E MÍDIAS DIGITAIS.

Nenhum comentário: